Consulta de Medicina Vascular

As consultas de Medicina Vascular, realizadas pelo Dr. Alexandre Aranha, possibilitam obter a opinião de um médico cirurgião vascular sobre os problemas de ordem vascular e a melhor forma de os minimizar ou resolver. As varizes e derrames são patologias venosas extremamente frequentes, sobretudo nos membros inferiores, causados por perturbações funcionais e estéticas acentuadas. Através dos diversos tratamentos disponiveis, da escleroterapia ao laser, conseguem ser tratadas, de modo geral com excelentes resultados.

O que são as Varizes?

As veias são válvulas que operam numa só direcção – a do coração. A sua função é a de evitar que o sangue entre em refluxo e circule ao contrário. Caso não fechem convenientemente, o sangue não oxigenado fica impedido de fluir, acumulando-se no seu interior. Este depósito sanguíneo, com o tempo, acaba por forçar a veia a dilatar devido ao aumento de pressão sanguínea . Uma vez que as veias são válvulas superficiais, acabam por tornar-se visíveis, transformando-se em cordões tortuosos que alteram o relevo da pele.

O que são os Derrames?

O termo médico correcto é telangiectasias. Semelhantes a aranhas vasculares, são uma primeira fase da doença e apresentam uma de três possíveis cores: vermelha, azul ou roxa. As varicoses recticulares, mais azuladas e profundas, estão associadas às telangiectasias e muitas vezes, são elas que as alimentam. As varicoses recticulares necessitam ser tratadas de modo a poder eliminar-se as telangiectasias.

Quais os sintomas e tratamentos?

Os sintomas mais frequentes são:

  • Dor nas pernas, relatada como sensação de peso e de pernas cansadas;
  • Câimbras;
  • Veias visíveis e dilatadas;
  • Edema (inchaço) nos tornozelos;
  • Pele escurecida junto aos tornozelos;
  • Úlceras de pele nas pernas ou junto aos tornozelos.

O tratamento é procurado para melhorar o aspecto estético ou quando o quadro é já doloroso. Os tratamentos mais comuns são:

  • A cirurgia vascular com retirada de veias varicosas (safenas) por meio de safenectomias e/ou retirada de veias tronculares por microcirúrgia (incisões mínimas na pele, algumas sem necessidade de suturas);
  • A escleroterapia, que é um tratamento destinado à eliminação das telangiectasias (derrames).
Desenvolvido por MediaTrust