Carboxiterapia

O que é a Carboxiterapia?

A Carboxiterapia é um procedimento médico não cirúrgico, que consiste na infiltração (injecção) subcutânea (hipodérmica) de dióxido de carbono medicinal, não tendo contra-indicações e sendo completamente inofensivo (inócuo).

Usa-se para o efeito uma agulha muito fina, semelhante às agulhas dos diabéticos, e recorre-se a um aparelho muito sofisticado que permite estabelecer a quantidade, pressão e a velocidade do gás a injectar. Este gás para além de ser eficaz no tratamento de algumas doenças de circulação, tem resultados incontestáveis para a medicina estética, tendo aplicação para o combate da celulite, gordura localizada e flacidez.

O gás carbónico é normalmente encontrado no nosso organismo. Em situações de repouso o nosso corpo produz cerca de 200 ml/min do mesmo, aumentando até 10 vezes frente a esforços físicos intensos.

A aplicação local de CO2 actua sobre o equilíbrio da ligação do oxigénio com a hemoglobina, sendo suficiente para aumentar a libertação de oxigénio para os tecidos. A aplicação do gás provoca libertação local de íons H+, de modo a reduzir o pH tissular, provocando uma menor afinidade da Hemoglobina pelo oxigénio que resultará numa maior quantidade deste disponível para os tecidos, melhorando a micro-circulação, a oxigenação dos tecidos, ajudando a dissolver os nódulos de celulite e a ruptura das células de gordura.

A acção farmacológica do dióxido de carbono sobre os tecidos está muito bem estudada. Promove a vasodilatação local, com consequente aumento do fluxo vascular e da pressão parcial de oxigénio (pO2). Uma vez que a Carboxiterapia também estimula a formação de uma proteína, o colagénio e novas fibras elásticas, pode ser indicada para o tratamento de estrias, olheiras, e rejuvenescimento facial e corporal.

Desenvolvido por MediaTrust