Laser Alma-Q

Laser Alma Q
Estudos recentes indicam que cerca de 40% das pessoas que fazem uma tatuagem acabam por se arrepender de a ter feito. Mas há boas notícias para quem quer apagar as marcas gravadas no seu corpo, independentemente do tamanho e da cor.

A clínica iCare é a primeira em Portugal a disponibilizar o novo laser Alma-Q, um inovador sistema de laser Nd:YAG de máxima potência e tripla utilização, que utiliza as tecnologias Q-Switched, LP e Quase LP.

Quer isto dizer que o equipamento disponibiliza vários lasers, com indicações distintas, garantindo precisão e versatilidade. Além de eliminar tatuagens, esta nova plataforma é muito eficaz na remoção de manchas pigmentadas, por exemplo, nas mãos, no tratamento de lesões vasculares, como os derrames e a rosácea, e no rejuvenescimento, eliminando rugas finas, fechando poros e melhorando o aspeto geral da pele.

 
De acordo com o dermatologista Luís Uva, que detém o exclusivo deste equipamento no nosso país, “os lasers disponibilizados nesta nova plataforma são realmente revolucionários, estando um passo à frente de tudo o que existia até aqui”. No caso das tatuagens, refere o médico, “serão necessárias entre três a dez sessões, dependendo do tamanho do desenho e das suas cores”. O tratamento consiste em romper a tinta das tatuagens de forma mecânica com o laser. Graças à sua ação, a tinta rompe-se em partículas pequenas sem causar dano no tecido e, consequentemente, a tatuagem vai desaparecendo com riscos reduzidos.
Este é um tratamento que dura cerca de 15 minutos, ou até menos, podendo ser realizado, por exemplo, à hora de almoço, em qualquer altura do ano. No caso das lesões vasculares e do rejuvenescimento, é aconselhado tratar-se fora da época de Verão. No final de cada sessão, o paciente regressa imediatamente à sua rotina habitual.

 
Segundo Luís Uva, este equipamento disponibiliza também “um laser não ablativo fraccionado para rejuvenescimento foto acústico”, muito eficaz para reduzir os sinais do avanço do tempo, como manchas, rugas finas e poros abertos. Apesar de serem necessárias várias sessões, dependendo de cada paciente, “no final de um tratamento já são visíveis resultados”, garante o dermatologista. O paciente não sente qualquer dor, durante ou depois do tratamento, e não é necessária anestesia.

 
O Alma-Q tem ainda a vantagem de poder ser utilizado em todo o tipo de peles e em várias zonas do corpo, incluindo as zonas mais finas e delicadas.

Desenvolvido por MediaTrust